Alqueva, uma nova
terra de oportunidades

Ocupação Cultural

A ocupação cultural nos perímetros de rega de Alqueva tem vindo
a diversificar-se, sendo o olival a cultura predominante com uma representatividade na ordem dos 50% - os novos olivais instalados
em Alqueva vieram permitir a autossuficiência de Portugal na fileira do azeite,
após décadas de deficit. O milho é a segunda cultura com maior expressão
ao nível da aposta dos agricultores.
Trata-se de uma nova cultura na região que atingiu valores record
de produção nas últimas campanhas.
A produção de tomate, cebola, alho, melão e melancia, papoila, fruteiras (pomar de clementinas, uva de mesa, e outros) e frutos secos (amendoeiras
e nogueiras), têm igualmente expressão nos regadios de Alqueva,
a par do tradicional cultivo de vinha, cereais e forrageiras.

Notícias Recentes

Anuário Agrícola de Alqueva 2016 já está diponível

Nas cerca de 170 páginas, está sistematizada a informação das várias culturas, a sua rentabilidade económica, bem como a análise às tendências variáveis de mercados nacionais e internacionais.

Centro de Frutologia Compal Abertas candidaturas da Academia 2017

Em colaboração com a EDIA, o Centro de Frutologia Compal realiza uma sessão de divulgação da Academia 2017, no dia 20 de fevereiro, pelas 15 horas, no auditório da EDIA.

Alqueva presente na Fruit Logistica

Alqueva está presente na Fruit Logística, a maior feira profissional de frutas e legumes frescos a nível mundial, a realizar em Berlim, capital da Alemanha, de 8 a 10 de fevereiro.

Fotovoltaico flutuante no regadio de Alqueva

A EDIA instalou o primeiro conjunto de painéis fotovoltaicos flutuantes num dos seus reservatórios da rede secundária de rega. Trata-se de um sistema off-grid, desligado da rede elétrica, com uma potência instalada de 11 kW.

Alqueva | Um projeto EDIA 2017 | Todos os direitos reservados.