Alqueva, uma nova
terra de oportunidades
12 abril 2017

Preço da água baixa em Alqueva

Com a publicação no Diário da República no passado dia 11 de abril do Despacho nº 3025/2017, entrou em vigor o novo tarifário para a água de Alqueva.

O novo tarifário da Água fornecida a partir de Alqueva representa uma descida significativa para os seus utilizadores.

Esta redução do preço final da água para os regantes de Alqueva só foi possível devido aos “ganhos de eficiência e de economia de escala obtidos com a implementação de um modelo de gestão integrada entre os sistemas primários e secundários”; pela “adoção de práticas de rega eficientes”; pela projetada “beneficiação de uma área adicional de regadio” e ainda “pela implementação de uma estratégia integrada e global de otimização energética …//… baseada em soluções assentes no aproveitamento da energia fotovoltaica”, pode ler-se na introdução do citado despacho.

Assim, a tarifa a aplicar ao fornecimento de água para rega a partir da rede primária de Alqueva será de 3 cêntimos por metro cúbico para entidades que tenham a seu cargo outros aproveitamentos hidroagrícolas.

Os regantes precários, não incluídos nas áreas beneficiadas, mas que recebam água com pressão, pagarão 7,7 cêntimos por metro cúbico, enquanto na baixa pressão, e igualmente para os precários, o preço é de 3,8 cêntimos por metro cúbico consumido.

Para os regantes de Alqueva, concretamente os que estão nas áreas sob gestão da EDIA, o preço da água em alta pressão é de 5,9 cêntimos por metro cúbico, e de 3,2 cêntimos por metro cúbico para a baixa pressão, aos quais acresce a componente de conservação (taxa fixa) de, 55€/ha e 20€/ha, respetivamente.

Foram também fixados os tarifários de água para abastecimento público em 0,045€/m3 e para abastecimento industrial em 0,06€/m3.

Estes valores representam uma descida no valor do tarifário que chega a atingir os 33%, nomeadamente na adução a perímetros de rega confinantes, onde a água de Alqueva é fundamental como garantia em anos de seca, permitindo a manutenção de todas as atividades agrícolas a jusante.

Com o tarifário agora aprovado, o projeto Alqueva dá mais um passo em frente em termos de competitividade de todas as atividades agrícolas e económicas a montante e jusante da fileira agrícola, e posicionando o Empreendimento de Alqueva como o grande projeto hidroagrícola de referência nacional em termos de qualidade de serviço, dimensão, tarifário de água em vigor a ainda como garantia interanual de fornecimento de água para as atividades económicas, mesmo em anos de grande escassez de água.

Notícias Recentes

“PATRIMÓNIO E AMBIENTE” | Ação de Sensibilização | 15 de junho | Beja

A EDIA em parceria com a direções regionais de Cultura e de Agricultura do Alentejo e a CIMBAL promovem uma ação de sensibilização sobre boas práticas ambientais e patrimoniais no âmbito da salvaguarda desses valores em projetos agrícolas.

Criar Valor na Mudança | 21 de junho | Olival & Azeite | Ferreira do Alentejo

No próximo dia 21 de junho, na Herdade do Marmelo, em Ferreira do Alentejo, irá realizar-se o Seminário "S+E=V do Olival & Azeite", integrado no ciclo de conferências "Criar valor na mudança 2018" organizado pela EDIA, CONSULAI e TREVO.

Bloco de rega Cabeça Gorda - Trindade: 4 500 ha vão entrar em consulta pública

Trata-se de uma nova área de Rega de Alqueva, inserida no plano de expansão do projeto inicial, e que irá beneficiar 650 prédios rústicos nas freguesias de Cabeça Gorda, Salvada, Santa Clara do Louredo e Trindade, num total de cerca de 4500 hectares.

CRIAR VALOR NA MUDANÇA, Seminário "Sustentabilidade+ Eficiência =Valor da vinha e do vinho"

No próximo dia 24 de maio de 2018, às 14h30, na Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, irá realizar-se o Seminário "S+E=V da vinha e do vinho",numa organização da EDIA, CONSULAI e O TREVO.

Alqueva | Um projeto EDIA 2018 | Todos os direitos reservados.