Alqueva, uma nova
terra de oportunidades
30 janeiro 2017

Fotovoltaico flutuante no regadio de Alqueva

A EDIA instalou o primeiro conjunto de painéis fotovoltaicos flutuantes num dos seus reservatórios da rede secundária de rega, o reservatório da Cegonha, do aproveitamento hidroagrícola de São Matias.
Trata-se de um sistema off-grid, desligado da rede elétrica, composto por 44 painéis fotovoltaicos flutuantes e com uma potência instalada de 11 kW.
Para além deste conjunto de painéis, foi ainda instalado um sistema de armazenamento de energia, com autonomia para 5 dias sem sol, permitindo abastecer os órgãos hidráulicos do reservatório, os sistemas de monitorização e telecontrolo e ainda a Estação de Filtração de um bloco de rega com 2 163 hectares.
Esta solução energética evitou a construção de uma linha de média tensão com uma extensão de cerca de 2 quilómetros, que se traduz numa rentabilidade económico-financeira positiva desde o momento de entrada em funcionamento.
A EDIA tem vindo a apostar em soluções energéticas amigas do ambiente e ecologicamente compatíveis com um processo de desenvolvimento sustentado que se deseja para a região, dando assim o exemplo através de soluções fotovoltaicas, como esta, ou como a que instalou na cobertura da sua sede, em Beja, ou ainda nas pequenas centrais fotovoltaicas instaladas em Alqueva, na Estação Elevatória do Pisão ou na Estação Elevatória da Amoreira.
Alqueva concluiu em 2016 a instalação dos 120 mil hectares de regadios previstos no projeto, estando toda esta área disponível para regar nesta campanha.

Notícias Recentes

Cooperação e Escala na Fruticultura Portuguesa em Beja | 16 de maio

Um dia de formação com um painel de discussão centrado em casos de sucesso de produção frutícola em cooperação e em escala, a ter lugar no dia 16 de maio, em Beja, numa organização do Centro de Frutologia Compal e EDIA.

Preço da água baixa em Alqueva

O novo tarifário em vigor representa uma descida que chega a atingir os 33%, nomeadamente na adução a perímetros de rega confinantes, onde a água de Alqueva é fundamental em anos de seca para garantir as atividades agrícolas.

Anuário Agrícola de Alqueva 2016 já está diponível

Nas cerca de 170 páginas, está sistematizada a informação das várias culturas, a sua rentabilidade económica, bem como a análise às tendências variáveis de mercados nacionais e internacionais.

Centro de Frutologia Compal Abertas candidaturas da Academia 2017

Em colaboração com a EDIA, o Centro de Frutologia Compal realiza uma sessão de divulgação da Academia 2017, no dia 20 de fevereiro, pelas 15 horas, no auditório da EDIA.

Alqueva | Um projeto EDIA 2017 | Todos os direitos reservados.