Alqueva, uma nova
terra de oportunidades
17 fevereiro 2018

EDIA e Grupo Águas de Portugal assinam acordos para reforço de abastecimento de água ao Alentejo

A EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva e o Grupo AdP – Águas de Portugal vão reforçar a cooperação técnica e operacional com vista a aumentar a fiabilidade e resiliência dos sistemas de abastecimento de água na região do Alentejo.

A EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva e as três empresas do Grupo AdP – Águas de Portugal com operação no Alentejo assinaram, este sábado, acordos de cooperação técnica e operacional com vista a aumentar a resiliência dos sistemas de fornecimento de água para consumo humano e para consumo agrícola e industrial, nesta região.

A sessão decorreu na Estação Elevatória do Estácio, em Beja, junto à empreitada de construção da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) da Magra, e foi presidida pelos ministros do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

Os acordos representam um reforço da colaboração entre as duas entidades públicas que será concretizado, nomeadamente, através do reforço de ligações atuais e da criação de novas ligações entre o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA) e os Sistemas de Abastecimento geridos por empresas do Grupo AdP, bem como através da realização de estudos relativos a outras infraestruturas de abastecimento de água, para responder a situações de contingência em cenários mais exigentes de escassez hídrica na região do Alentejo.

Integram-se, no âmbito destes acordos, a realização de ligações diretas de condutas adutoras da EDIA a ETA do Grupo AdP, designadamente às ETA dos sistemas de Monte Novo (Évora), gerido pela empresa AdVT - Águas do Vale do Tejo, e da Vigia (Redondo), do Roxo (Aljustrel) e de Monte da Rocha (Ourique), sistemas geridos pela empresa AgdA – Águas Públicas do Alentejo.

Estas ligações diretas constituem uma importante alternativa à captação de água, essencial para garantir o acesso a água de qualidade e em quantidade, em especial em períodos de menor volume nas albufeiras e deterioração associada, e para aumentar a resiliência e otimizar os sistemas de abastecimento de água para consumo humano.

Para a EDIA, esta articulação insere-se no âmbito da expansão do EFMA, consignado no programa Nacional de Regadios, otimizando as infraestruturas de transporte de água afetas ao projeto de Alqueva e cumprindo a sua principal vocação: A Garantia de água para abastecimento público.

Importa destacar, igualmente, o projeto “Levar água do Alqueva a Sines”, que será objeto de um memorando de entendimento entre a EDIA e a AdSA - Águas de Santo André, empresa do Grupo AdP responsável pelo abastecimento de água, tratamento dos efluentes e recolha de resíduos sólidos das indústrias da Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS).

Atualmente o fornecimento de água pela AdSA tem origem na captação Ermidas-Sado, sendo a água conduzida através de um canal até à albufeira de Morgavel, onde é tratada na ETA aí existente e posteriormente transportada para a ZILS.

Este projeto, que envolve o reforço do abastecimento de água ao sistema de Morgavel a partir do EFMA, reforçará a capacidade de fornecimento de água para uso industrial, em quantidade e qualidade adequada a esse uso, de molde a garantir a fiabilidade e resiliência do abastecimento de água à ZILS, nomeadamente tendo em conta cenários de alargamento e dinamização da atividade, e melhor responder às necessidades e cenários de maior escassez na massa de água associada à sua origem.

Através da utilização de 14km do canal de transporte de água da AdSA, a EDIA vai também reforçar o transporte de água do EMFA para a albufeira de Fonte de Serne, garantido assim a disponibilidade de água para usos agrícolas.

A operacionalização dos projetos será progressiva, prevendo-se que a ligação direta de Alqueva à ETA do Sistema do Monte Novo esteja operacional no início do período de estiagem de 2019; a ligação direta à ETA do Sistema do Roxo e o projeto “Levar água do Alqueva a Sines” deverão estar operacionais no início do verão de 2020; seguindo-se o reforço do sistema da Vigia, no início do verão de 2021, e a ligação à ETA do sistema de Monte da Rocha em 2022.

Consulte AQUI o mapa das ligações.

Notícias Recentes

Prémios Mais Alqueva, Mais Valor | Candidaturas Abertas até 17 de janeiro de 2019

Estão abertas as candidaturas, até dia 17 de janeiro de 2019, para os Prémios Mais Alqueva, Mais Valor, numa iniciativa da EDIA em parceria com a CONSULAI, para reconhecer os projetos que promovam o uso eficiente da água e dos diferentes recursos.

Sistemas de apoio à decisão na agricultura de regadio | III Jornadas | 20 novembro | Auditório da EDIA

A EDIA promove as III Jornadas "Sistemas de Apoio à decisão em Agricultura de regadio" em parceria com o COTR, a realizar no próximo dia 20 de novembro, pelas 14h30, em Beja.

Workshop "Agricultura Sustentável - Plástico" | 15 novembro | Évora

No âmbito do projeto PlaCarvões, liderado pela EDIA, em consórcio com a GESAMB, CIMAC e Universidade de Évora, aprovado pelo Fundo Ambiental, realiza-se o Workshop “Agricultura Sustentável – Plástico”, em Évora, no próximo dia 15 de novembro.

Criar Valor na Mudança | 25 de outubro | Colóquio Final Auditório da EDIA | Beja

No próximo dia 25 de outubro, realiza-se o Colóquio final do ciclo de conferências organizado pela EDIA, a CONSULAI e O TREVO, com o patrocinado do Banco Santander Totta e Agrogarante, intitulado "Criar valor na mudança 2018".

Alqueva | Um projeto EDIA 2018 | Todos os direitos reservados.